follow me!

quarta-feira, 9 de julho de 2008

salve o corinthians!!!



Foi mal, mas o meu timão é nota 1ooo!!! O quê? 5x0???!!! É, dá licença...





O Corinthians não teve problemas para derrotar na noite desta terça-feira a equipe do Marília, no Estádio do Pacaembu, por 5 a 0, em jogo válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com o resultado, a equipe consolidou a liderança, agora com 26 pontos.





De quebra, o Corinthians manteve a invencibilidade na Série B, além do aproveitamento de 100% como mandante - em seus domínios, são cinco vitórias. Já o Marília conheceu sua segunda derrota e terminou a rodada na zona de rebaixamento à Série C.

O técnico Mano Menezes teve problemas para armar o Corinthians nesta terça-feira. Sem Douglas e Herrera, suspensos, o treinador colocou Lulinha e Acosta entre os titulares. O volante Fabinho, com uma conjuntivite, também ficou fora. Nilton ocupou sua vaga.

Apesar dos desfalques, o Corinthians criou a primeira oportunidade para abrir o placar. Logo aos seis minutos, Lulinha recebeu passe na área do Marília, girou o corpo e bateu cruzado. Acosta deu um carrinho para tentar marcar o gol, mas não alcançou a bola.

Se o time sentia a falta de Douglas e Herrera, a situação ficou mais difícil após os 15 minutos. Alessandro sentiu uma fisgada na coxa e saiu para a entrada de Dênis. E Nilton, numa lambança incrível, bateu cabeça com William numa disputa de bola. O volante quebrou o nariz e teve de sair - Carlos Alberto entrou.

Da arquibancada, o torcedor corintiano tinha a impressão de que "a bruxa estava solta" no Pacaembu. Mas aos 20 minutos, a arbitragem deu uma "ajudinha" ao marcar um pênalti duvidoso sobre o uruguaio Acosta, que caiu após receber marcação de Leandro Amaro.

O zagueiro Chicão foi para a cobrança da penalidade e não desperdiçou. Foi o quarto gol do jogador na Série B.

Apesar de ter levado o gol, o Marília continuou com uma postura passiva no gramado e por pouco não viu o placar aumentar. O lateral André Santos (em cobranças de faltas), Acosta (em cabeceios) e Lulinha (em alguns chutes) tiveram a chance de ampliar.

O Marília, que empatou sete jogos nesta Série B, só assustou nos minutos finais do primeiro tempo. Na melhor das oportunidades, João Vitor aproveitou a falha da marcação e bateu forte, cruzado. Para sorte de Felipe, a bola foi para fora.

FRANGO CAIPIRA
O técnico do Marília, Jorge Raulli, colocou o atacante Tiago Rodrigues na vaga de Ricardinho e disse, no retorno ao segundo tempo, que o time iria "atacar para conquistar o empate". Mas os planos do treinador foram frustrados logo aos cinco minutos da etapa final numa falha incrível do goleiro Giovanni.

Dentinho recebeu bola e invadiu a área. Ele abriu espaço entre os marcadores e chutou. A bola não foi forte, mas passou entre as pernas de Giovanni. Um "legítimo frango", muito comemorado pela torcida corintiana, que viu mais um gol de Dentinho na Série B - marcou contra o São Caetano, no último sábado.

E Dentinho estava inspirado. Aos 16 minutos, o jogador sofreu falta de João Marcos. Após a cobrança da infração, Dentinho aproveitou o rebote e chutou rasteiro, sem chances para Giovanni. Foi o terceiro gol do atacante corintiano na Série B.






Gols:


Chicão, aos 20 minutos do primeiro tempo;


Dentinho, aos 5, e aos 16,


André Santos, aos 31, e


Dênis, aos 37 minutos do segundo tempo





Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)


Público: 22.775 torcedores


Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)



Mas nem tudo foi festa. Acosta, logo após o terceiro gol, deu um carrinho em Chiquinho. O uruguaio levou vermelho e foi expulso.

A noite ainda reservou um capítulo especial para Felipe. "Vilão da Copa do Brasil", o goleiro defendeu uma cobrança de pênalti de João Vitor, aos 23 minutos. Foi a "redenção" do atleta com a Fiel - o goleiro foi muito aplaudido após a defesa.

E num jogo recheado de lances curiosos, o Corinthians começou a construir uma goleada numa jogada pouco freqüente. Aos 31 minutos, Chiquinho recuou para Giovanni e o árbitro marcou tiro livre indireto. Lulinha pisou na bola e André Santos, na linha da pequena área, encheu o pé para marcar o quarto.

Para fechar a noite, o Corinthians chegou ao quinto gol com Dênis, estreante da noite. O jogador recebeu passe de Lulinha, invadiu a área e tocou na saída do goleiro. A bola desviou em Giovanni e entrou lentamente - esta foi a maior goleada de toda a Série B 2008.

O Corinthians, agora, volta a jogar no próximo sábado, contra o Santo André, no Grande ABC - nesta terça-feira, o Santo André, de Marcelinho Carioca, fez 4 a 0 no Gama, em Brasília.


Escalação:





Corinthians
Felipe; Alessandro (Dênis), Chicão, William e André Santos; Nilton (Carlos Alberto), Eduardo Ramos (Carlão), Elias e Lulinha; Dentinho e Acosta
Técnico: Mano Menezes



Marília
Giovanni; Leandro Amaro, Rene e Alemão (Sammuel); Chiquinho, João Marcos , João Vitor , Ricardinho (Tiago Rodrigues) e João Víctor; Robert e Betinho (Marcinho)
Técnico: Jorge Raulli

fonte:http://www.estadao.com.br/esportes/not_esp202721,0.htm






2 comentários:

Croche da Naninha disse...

oi Karla brigada pelo desafio viu rs vou fazer sua troquinha animais da fazenda ja esta prontinho só esperando a data chegar pra te enviar espero que goste de tudo que estou lhe enviando bjoss

Dan Nunes Ponto Cruz disse...

Parabéns pela vitória de seu time. Olha, vim esclarecer sua dúvida quanto a bordar com as canetinhas. Basta apenas fazer um pontinho no meio dos xis e depois é só bordá-los. Depois de bordar...deixar em balde ou algum recipiente com água por alguns minutos, se precisar..troque a água até não ter mais nenhum resíduo. Abreijos e que Deus conceda um maravilhoso dia a vc e família.